Parabéns! Seja através de muito estudo e dedicação, ou por qualidades excepcionais ou até mesmo por uma sorte desgraçada na hora de chutar todas no ENEM você passou no vestibular e conseguiu o tão aguardado Aprovado na lista da Unifesp!

E com ele um monte de preocupações e duvidas que você não deve ter parado pra analisar antes de selecionar a Unifesp Baixada Santista no Sisu. Coisas como: “Quanto custa ir pra santos todo dia?” ,“Quantos custa morar lá?”, “Onde fica exatamente essa tal Unifesp-Bs” “Como assim eles tem 4 prédios?!”, “Eles tem transporte próprio?”,”Tem onde almoçar?”, Interdisciplinar?! Mas o que é isso?”, “ Fica perto da praia mesmo?”, “Quantas aulas eu posso cabular sem bombar na matéria?”.

Bixo fica calmo nós vamos ajudar. Este guia contem informações úteis de quem já foi um bixo perdido e aprendeu a se virar. Vamos responder essas e outras perguntas e passar algumas dicas para você sobreviver ao primeiro ano. Aproveitem bem este ano e boa sorte a todos!

2 de mar de 2012

Acabou!

Dizem que tudo que é bom dura pouco. Para algumas coisa é verdade. Para esse blog o “durar pouco” foram 46 dias. Nesse tempo todas as informações da versão anterior do guia foram revistas, atualizadas e ganharam uma cara nova e muito mais interação. Também nesse tempo muita coisa mudou no blog, sempre na tentativa de troná-lo mais interativo e dinâmico. Foram 8317 acessos, entre acessos de veteranos, bixos e um acesso perdido lá da coréia do sul! Pela iniciativa da galera do “Encontre uma Republica” tentamos ajudar 123 pessoas a encontrar um lar. Mas nem todas conseguiram seu tão sonhado teto, já que tínhamos apenas 25 anúncios.
O objetivo desse guia era ajudar os bixos desorientados a encontrarem um rumo e acredito que o objetivo foi cumprido. Foram 1511 acessos a aba Moradias, 545 a aba Integração, 538 a aba Serviços, 536 a aba endereços e 503 a aba transporte. São esses os números que me levam a crer que o blog foi um sucesso. Já que dos 182 acessos a aba Contato nenhum se efetivou em um comentário são os números meus únicos balizadores.
E hoje dia 02/03/2012 o Blog do Perdido encerra suas atividades de atualização, publicação e respostas para o período de 2012. Mantendo o conteúdo disponível para perdidos eventuais.
Espero que essa iniciativa continue no ano que vem, sempre buscando melhorar o que foi feito antes e na intenção de receber bem quem está chegando. Antes de encerrar de vez as atividades quero agradecer a todos os colaboradores que publicaram suas opiniões e vivencias neste blog, a equipe do “encontre uma Republica” por uma parceira incrível,como também agradecer ao Perdido que gentilmente cedeu o “nome” e foi o autor da postagem mais acessada com 86 visualizações diretas (o que significa que muito mais pessoas podem ter lido, mas 86 clicaram no titulo de forma a visualizar apenas esta publicação na página).
E por fim espero ter sido útil a todos que procuraram este blog, que foi uma iniciativa solitária mas gratificante. Feita com a melhor das intenções, o pior uso da língua portuguesa e como uma forma de retribuir a recepção que tive quando um ano atrás cheguei a santos cheio de dúvidas e o sonho de lutar pela minha graduação. Nos vemos pelos corredores da vida Bixarada.

Por:Grilo

26 de fev de 2012

Duvidas Urgentes!

Contagem regressiva bixarada! Agora ta quase quase começando as aulas... e algumas dúvidas ainda existem. Para os bixos mais aplicados, que leram todas as páginas desse guia, muitas duvidas foram sanadas. Os mais atentos até perceberam que todas as paginas passam por atualizações recebendo mais informações úteis e algumas correções. Se você não é aplicado e nem atencioso, dê uma boa lida agora para evitar ficar perdido amanhã!
Na aba Integração deste guia você encontra os horários e as atividades da semana inteira. Mas vou tirar agora algumas duvidas que surgiram no Facebook.

P: Eu terei aula só na Unidade Silva Jardim?
R: Não! As atividades da semana de integração é que aconteceram só na silva jardim. Então nesta primeira semana vocês bixos só terão atividades lá! Mas na semana seguinte, quando começam as aulas vocês terão aulas em diferentes prédios. Sendo que alguns cursos nem terão aula na silva jardim.


P:Se semana de integração não é aula, eu posso faltar?
R: Poder pode. Como pode em qualquer aula. Mas como em qualquer aula receberá uma falta ao não estar presente. A semana de integração é uma atividade do calendário letivo, tem lista de presença e contará falta para as aulas. Por exemplo, se você faltar na integração na segunda de manhã, terá uma falta na aula de segunda de manhã. E lembrando, mais uma vez, que a semana de integração já conta como dia letivo e que 30 ausências consecutivas nesse período inicial incorre em perda da vaga por abandono

P:Quando eu receberei meu horário de aula?
R: Isso vocês devem receber durante a semana de integração. E nele vocês descobriram a que horas e em que prédio acontecerá as aulas. Outro bom motivo para não faltar!



P:Em que horário eu devo estar lá na Silva Jardim na semana de integração?
R: Para o povo do período Diurno/Vespertino é das 9h às 17h, para os cursos  do período Noturno é das 19h às 22h. 


P:Eu sou do noturno, mas posso participar da semana de integração no período diurno?
R:Bom... Participar até pode. Mas não vai ganhar presença por isso. As listas de presença serão ofertadas de acordo com o horário de cada turma, ou seja, lista do Diurno/Vespertino será ofertada de manhã e de tarde, já a galera do Noturno terá a lista de presença disponível para assinar de noite.

P:Na silva jardim tem RU(Bandejão)?
R:Até agora não, mas terá em breve (esperamos). Até lá são3 as suas opções de alimentação. Levar marmita, colocar numa geladeira e esquentar no micro-ondas lá mesmo na silva jardim. Encara uma caminhada até o restaurante Pantaneira onde a Unifesp tem convênio e comer uma pratada bem servida a 2,50(Precisa do RG pra comer lá).Ou se virar por conta própria em algum barzinho ou buteco perto da silva jardim.

P: que ônibus passa lá perto?
R:Isso depende de onde você está vindo, não vou publicar uma lista aqui até por que na aba Transporte desse guia existe uma lista e um link para acessar todas as linhas de ônibus de santos.

P: Vai ter trote?
R:Depende da sorte de cada um, leve uma camiseta velha e uma calça surrada. É melhor prevenir do que remediar.

Qualquer outra possível duvida clique no link de contato ali na barra lateral e deixe sua dúvida que tentarei responder o mais rápido possível. Até amanhã bixos perdidos!

Por:Grilo

23 de fev de 2012

Oficina "Sexo Seguro" (Semana de Integração)

Queridos calouros, como puderam perceber por este blog e pelos papos com os veteranos, estamos procurando acolhê-los da melhor forma possível, indo além da procura por moradia e dúvidas sobre os cursos e a Universidade. Isto porque sabemos que a entrada na Universidade significa uma nova fase em nossas vidas, é uma transição para a vida adulta que requer preparo e responsabilidade. Não dá para pensar em vida adulta e responsabilidade sem pensar em sexo seguro. É comum a gente achar que já sabe o suficiente, ou que está fora de qualquer risco. Mas informação sobre saúde nunca é demais, até porque acabamos descobrindo coisas que não sabíamos, temos a oportunidade de sanar dúvidas e aprender a lidar melhor com novas situações. Pensando nisso, na Semana de Integração, vocês podem ver que terão oficinas sobre DST/AIDS, para as quais estão todos convidados a interagir livremente sobre o assunto, aprendendo, debatendo, quebrando preconceitos. Muitas questões podem ser levantadas em torno do tema, sendo que algumas delas já podem ter passado pela cabeça de vocês. Assim, para já dar uma esquentada, abaixo tem dois links interessantes:

- O jovem não tem mais o mesmo medo do HIV (Jairo Bouer) -
  http://www.querofazer.org.br/?p=1179

"Onde fazer o teste de HIV em Santos - Centro de Testagem e aconselhamento " - http://www.aids.gov.br/endereco/cta-de-santos-secao-de-prev-e-controle-de-aids-seaids-coord-mun-de-dstaidshepatites-virais

- Sintomas e fases da AIDS -
  http://www.aids.gov.br/pagina/sintomas-e-fases-da-aids

Sejam muito bem-vindos e nos vemos na Semana de Integração!
Por:Monitoras de IS.


Só para complementar vou deixar o meu relato sobre a atividade chamada de "oficina temática" que vai rolar na semana de integração. Já fui bixo, assim como vocês e a um ano atrás era eu quem estava perdido chegando em santos sem saber o que fazer e para onde ir. E assim como será com vocês meu primeiro contato com a universidade foi a semana de integração. Vale a pena vir? Vale! Primeiramente por que ela realmente integra a galera que ta chegando com atividades bacanas, da pra curtir bastante até e rir um bocado dos micos que se pagam.E depois conta falta, portanto aceitem meu conselho: Guardem suas faltas para quando elas forem realmente necessárias. E voltando a "oficina temática de saúde sexual"... Acho que é um evento imperdível. Eu me diverti muito e aprendi algumas coisas novas, por mais que eu achasse que já sabia tudo.
Eu já vi milhares de palestra e aulas sobre DST, vou ter que ver mais uma? Bom essa com certeza não se iguala as massantes palestras que você teve no fundamental ou no colegial. Primeiro que não é uma palestra, existe sim uma presentação curta com uns videos muito bacanas, mas depois começa a oficina. Ai a coisa fica realmente boa, pois vamos pensar as idéias de "grupos de risco", "vulnerabilidade" e "atitudes de risco" através de uma dinâmica em pequenos grupos. Não vou estragar a surpresa, mas é bem divertido. E após temos uma apresentação interativa dos métodos de prevenção com dicas, ministrado pelos seus veteranos e professores. E é impagável ver como cada pessoa vai lidar com a situação. Uns super seguros, outros com vergonha. O legal é que o espaço é aberto para duvidas, brincadeiras e relatos.Fica um ambiente super descontraído e, volto a dizer, com muito informação que não é muito divulgada, mas é muito útil!
E arrisco sugerir que vejam o vídeo abaixo francês, (a frança faz os melhores vídeos de prevenção, pode procurar no you tube). Mas adianto que a moral da história é: Você tem inúmeras maneiras de fazer, e só uma maneira de se proteger. Bom, se você participar da oficina vai aprender mais de uma! Vejo vocês lá bixarada!



Por: Grilo

21 de fev de 2012

Cursos- T.O.

É, agora você é aluno da UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO, imponente, não? HAHA vá se acostumando, quando perguntarem aonde você estuda, encha-se de orgulho em falar, e quando perguntarem o curso e sua resposta for TERAPIA OCUPACIONAL, não se assuste com as caras e bocas do povão, muitos não fazer ideia do que é isso, o que o profissional faz, onde atua. Infelizmente isso é normal, vá se acostumando.
Eu sou um exemplo vivo disso, no Sisu estava entre a Fisioterapia e a Terapia Ocupacional, entrei no site da Unifesp, li o informativo da T.O e coloquei como opção e passei, dentro da Universidade que eu realmente descobri a minha futura profissão. Descobri também que mais de 80% das minhas colegas de classe não tinham T.O como primeira opção, muitas queriam Fisio, Med, Psico e claro, algumas tinham certeza de que Terapia Ocupacional era seu destino, já conheciam e tinham-na como primeira e única opção. No final do semestre NINGUÉM mais estava com a ideia de mudar, todas somos apaixonadas pela profissão, é LINDA, muito humana.
O primeiro termo é feito para aqueles que caíram de paraquedas no curso, o módulo específico chama-se Conhecendo a Profissão. Os responsáveis pelo módulo convidam TODOS os professores de T.O da universidade para nos contar sobre sua trajetória na profissão, porque escolheram o curso, que área seguiram, entre outras coisas. Visitamos também muitas instituições em Santos que tem o profissional de Terapia Ocupacional, como o Lar das Moças Cegas, a Casa do Sol (asilo), a APAE Santos, alguns NAPS, o Cerest, a Casa Esperança, etc.
Existe um leque imenso de opções dentro da T.O, podemos fazer tudo o que quisermos, tudo mesmo, e esse módulo ensina isso. Depois dele os alunos se apaixonam e descobrem que fizeram a escolha certa!
No segundo termo temos dois módulos, ART I-cotidiano e ART II-AVD’s, o ART I é ministrado pelas professoras Viviane Maximino e Flávia Liberman, o objetivo é ensinar a ver o mundo de outra forma, estudar os “verbos do cotidiano” com um olhar de T.O, lemos textos sobre verbos como Olhar, Fotografar, Caminhar, Cozinhar, Fazer e para todos fazemos uma resenha seguida de análise e atividades bem interessantes em sala de aula, é um módulo 100% enriquecedor, você passa a ver a vida de outro modo, mais humanizado.
O ART II é ministrado pela Emanuela Matos e Marcia Novelli, aqui é a parte mais teórica mesmo, analisamos as Atividades de Vida Diária, temos um roteiro e várias atividades para analisar, é meio que uma introdução para o que faremos em um atendimento, por exemplo. E, para isso as aulas de TS e IS são essências para nós. Nos dois módulos, e eles são complementares entre si.
Vou fazer diferente dos veteranos que escreveram sobre os outros cursos, não vou contar o que tem no curso como um todo, vou deixar aqui apenas aquilo que eu já vivi,até porque eu não sei mesmo o que me espera por vir!!

Por: Paulinha

17 de fev de 2012

Quando eu entrei na Unifesp...

Em janeiro de 2011, quando cheguei na Unidade Ponta da Praia pela primeira vez, no dia da minha matrícula, conheci logo de cara 3 veteranos maravilhosos. Eles me falaram da universidade, das festas, das aulas, do curso de fisioterapia, e das greves tão recentes. TRAUMA era a melhor palavra pra descrever o sentimento da universidade em relação a greve do ano anterior, que os deixou sem férias, inclusive. Confesso que eu quase sofri uma lavagem cerebral naquele momento, "não faça greve de jeito nenhum!" "Nunca!" "Greve só atrapalha!", e coisas assim. Era um sentimento geral, não só dos 3 veteranos maravilhosos que me receberam no dia da matrícula. As semanas foram passando, e entre cozinhar numa sala de aula no verão de Santos, tomar chuva pra chegar ao restaurante e até, por não, sentar no chão pra assistir aula, eu entendi o motivo das greves de 2010. E olha que graças àquela greve, os bixos de 2011 sofreram bem menos! Mesmo assim ainda tinha muita coisa a ser feita, e em apoio ao técnicos da universidade e aproveitando para reivindicar coisas para as categorias de discentes e docentes, em 2012 entramos em greve de novo.

Mas a universidade tinha sequelas, muitos medos, muitos traumas, muitas travas, e o que era pra ser um momento de união e conquista, rachou a universidade ao meio. Pessoas maravilhosas que eu conheci em tempos de paz, simplesmente pararam de falar comigo porque meu posicionamento em relação a greve era diferente. Triste. Eu realmente gostava dessas pessoas. Mas a universidade não é só greve, a universidade é fazer novos amigos, é crescimento pessoal, crescimento profissional, é festejar em véspera de prova, é beber até cair, é virar noites estudando, é passar nervoso com estrutura, é tropeçar na escada, é se apaixonar por pessoas, profissões, é se apaixonar pela vida. É vida!
Além da experiência pra maioria de morar fora da casa dos pais, a cidade é diferente, as pessoas tem histórias muito diferentes e as responsabilidades são enormes. É viver como gente grande, não importa se você tem 16 ou 50 anos.
Existem sim pessoas imaturas, existem sim pessoas atrapalhadas, existem sim pessoas desligadas, existem sim pessoas capazes de gostar de todos os tipos de pessoas. E você encontra todas elas na UNFESP - BS.
Curtam o trote por completo!

Bixos, eu contei tudo isso pra pedir: não sofram lavagens cerebrais! Eu fui aliciada pelos 2 lados da força e só tomei partido quando tinha muito claro pra mim tudo o que tinha acontecido nos anos anteriores e tudo o que estava acontecendo no meu ano. Não sejam bixos manipulados, sejam bixos! Só isso!
Em 2011 eu conheci pessoas incríveis, que levarei pra toda vida, experiências únicas, fotos memoráveis, aprendi muito sobre a fisioterapia, descobri que não somos um curso várzea, apesar de termos menos aulas no primeiro termo, decorei a maioria das siglas que usamos (TS, IS, MAC, MTS, FBAH, DCE, NAE...), parei de me apavorar com cara feia de professor (alguns fazem mesmo) e comecei a me redescobrir. O primeiro ano é simplesmente maravilhoso!
E explorem seus veteranos, nós estamos aqui pra dar trote e pra ajudar vocês, juro que no fundo somos todos bonzinhos =)

Por: Carol

16 de fev de 2012

Inauguração da Silva Jardim!

É bixo, a vida de universitário tem de tudo um pouco. Bebedeira, esforço, festa, disciplina, criatividade... e polêmica. A universidade é um espaço que proporciona debates de ideias e ideais, então algumas polêmicas sempre surgirão. E quando a discussão tem como tema central questões políticas, a coisa pega fogo! Assim como seria com o futebol ou a religião, tudo depende do grupo que esta debatendo.
Enfim, estou enrolando exatamente na tentativa de evitar a polêmica: o prédio da silva jardim. Bonito, inacabado e com um histórico bem complicado o prédio foi inaugurado hoje e vocês que estão chegando vão ter seu primeiro contato com a UNIFESP lá!
O que tem isso de mais? Bom para vocês que chegam agora com o prédio quase pronto ele parece um transtorno mínimo, mas logo logo estarão ouvindo veteranos reclamando muito de cada detalhe inacabado. Frescura? Não. Muitos veteranos esperam por esse prédio há anos, a obra que deveria ter acabado em 2008 ainda está em andamento e começaremos as aulas com algumas coisas faltando, como o bandejão por exemplo. Se para vocês isso vai gerar desconforto, para alguns que já estão aqui a mais tempo vivendo condições complicadas de estrutura isso pode gerar reações mais radicais.
Então, faça o possível para entender a revolta de alguns, que irão falar muito mal de gestão, direção, governo, nação... Se eles tem razão ou não, não me cabe julgar. Eu tenho e minha opinião pessoal, mas ao invés de passá-la à vocês prefiro que se informem e tirem as próprias conclusões.
Eis um texto que esta no site da unifesp-bs:
É uma reportagem do jornal local A Tribuna. Nela podemos ver que os alunos reclamavam de precariedades, falta de estrutura, quadras, piscinas e laboratórios. Bom leia! Não quero deturpar o que lá está escrito. Vá prestando atenção nas datas. Essas reclamações são de 2007, e a promessa do prédio estava datada para o primeiro semestre de 2008!  Sendo que o investimento deveria ter sido de 7,5 milhões de reais. Agora o vídeo do protesto que aconteceu na inauguração.
Se você assistiu até o fim ,e não esta completamente perdido no calendário há alguns anos, deve ter notado que o prédio está sendo entregue com um pequeno atraso de 4 anos, inacabado e que custou 35 milhões de reais! Um pouco a mais do que foi prometido em 2007. Isso revolta muita gente.
Erros foram cometidos, consertados. Tivemos um reitor renunciando, muitos problemas com o projeto e execução da obra, enfim demorou 4 anos e saiu muito mais caro do que o previsto.
Mas agora temos tudo? Não. As quadras, as piscinas e alguns laboratórios ainda estão e continuarão faltando. Pois entram nos planos do próximo bloco, bloco que nem está projetado ainda. E um anfiteatro! Usávamos o da Ponta da praia e esperávamos que o prédio novo tivesse um maior e melhor, mas não tem nenhum. Sem dizer que os "bixos do mar", vão ficar no prédio antigo. Que esta passando por uma reforma, mas não é o ideal.
Essa é a polêmica, estes são os fatos que alimentam o sentimento de revolta em alguns veteranos. É dai que virão palavras ásperas, criticas ácidas e alguns discursos fatalistas. Se eles tem razão de ser? Você leu, você decide. Mas só leu metade da história. Olhe o resto. Pesquise. Abaixo uma publicação da prefeitura de santos sobre a inauguração de hoje.
Leu tudinho? Bom são promessas promissoras. Se concretizando estaremos muito próximos de enfim ter nossas necessidades atendidas.Afinal estamos pensando nisso a muito tempo, talvez não vocês que chegam agora, nem eu que cheguei a pouco tempo, mas o nosso coletivo. A unifesp espera a muito tempo por condições melhores e parece, pelas falas, que isso pode estar vindo.
Esse ai foi o Mercadante falando de mudanças que afetam a unifesp mas vão alem. Investimento em educação de base, comprometimento de parte do lucro do pré-sal em educação. Movimentos que vão além, mas que mudam a nossa realidade na unifesp e nos dão alguns motivos para pensarmos de maneira otimista.
E não só nós.
A unifeps vem a ser a primeira universidade pública do litoral paulista, o que já faz diferença para toda uma população que ou pagava pela graduação ou subia a serra. E vem se instalar numa região de santos que estava, e ainda está, precarizada. Se para nós 4 anos parecem um ultraje, uma grande ofensa, para quem esperou desde a fundação da cidade um prédio mesmo que atrasado parece um milagre! Faz toda diferença.
Não só o prédio, por que tijolo não faz a estrutura sócio/politica/cultural e sei lá oque mais mudar. Nós fazemos, nós da unifesp que trabalhamos com a comunidade podemos melhorar a vida daqueles que moram em nosso entorno. Visando uma revitalização que não é demolir o velho e construir o novo, mas fazer com que os atuais moradores tenham melhor condição de vida. Nossa chegada com um prédio novo e reluzente trás essas esperança para as pessoa que antes se sentiam abandonadas nas calçadas da Silva Jardim.
Os moradores das calçadas ainda estão lá, o futuro promissor ainda é uma promessa, o prédio atrasado foi entregue e pagou-se caro por ele. Fatos. Agora te apresentei vários deles, mas a conclusão disso tudo quem deve formular é você.

Bem vindo a isso tudo bixo. Aproveite ao máximo! E pense por você, pesquise! Não deixe que façam sua cabeça nem pra um lado, nem pra outro.

Por:Grilo

15 de fev de 2012

O que é ABU?

Olá! Venho falar para vocês sobre a ABU (Aliança Bíblica Universitária). Nós somos um grupo (aberto) de estudantes que se reúnem na faculdade para estudar a Bíblia, conversar sobre ela e sobre Jesus.
Eu sei, parece careta. Pode parecer chato, mas não é não. Nestes momentos gostamos de conversar, expor idéias e compartilhar pontos de vistas diferentes utilizando a Bíblia como referência, já que ela é um dos livros mais vendidos e comentados no mundo! Parece ultrapassado, mas você vai descobrir que é muito atual! Ela tem textos espetaculares e temos certeza que você vai achar os papos superinteressantes!
Quem pode participar? Todos podem participar! Independe do que você pensa sobre a Bíblia, sobre Deus, sobre religião; independe se você for protestante, católico, espírita, judeu, hindu, muçulmano, ateu, agnóstico, etc. Respeitamos sua opinião! Não tem pregação ou reza e esses tipos de coisas... Você nem precisa se preocupar!
Como participar? É só chegar e ficar à vontade...! Será um prazer encontrá-lo! Venha participar!


Teremos reuniões semanais no campus Silva Jardim. Ainda não definimos os horários, mas logo logo isso será resolvido! Divulgaremos pela faculdade.
Se quiser tirar qualquer dúvida pode mandar email para: abusantista@gmail.com ou entrar no nosso grupo no face http://www.facebook.com/groups/385777981448623/

Esperamos por você!

Abraços.
Por:Rebeca

14 de fev de 2012

Onde vou estudar?

Com a proximidade do inicio das aulas os bixos vão a loucura!  Só agora vocês percebem que na empolgação da matricula esqueceram de fazer algumas perguntas pertinentes, sendo a mais esquecida e pertinente: “Onde eu vou estudar mesmo?”
Mas fique calmo vou te ajudar.  Sua primeira semana de aula é a “semana de Integração”, onde todos serão apresentados a UNIFESP-BS e onde receberão boa parte das informações que precisam e não lhes ocorreu perguntar na hora da matricula.
Mas para facilitar o planejamento de onde morar e de como chegar a universidade eu vou falar um pouco sobre como a UNIFESP-BS se organiza nos seus 4 prédios.
Vamos começar pelo prédio da Ana Costa 178. Este é basicamente administrativo, então se sua preocupação é com as aulas ele não lhe é importante neste momento. Mas para quem busca bolsa auxilio ele é super importante, pois é lá que fica o NAE!
Bom agora temos 3 prédios e 7 cursos, como dividimos isso? Bom bixarada, basicamente não dividimos. Compartilhamos. Os cursos de Psico, Educa, Nutri, SS, To e Fisio terão a maior parte de suas aulas no prédio da Silva jardim. Utilizando também o prédio da Ana Costa 95 para algumas aulas praticas.
Então Grilo nós não teremos um prédio só pro nosso curso? Não! Todos os cursos citados irão ter aulas nos mesmos prédios. Alias pelo amor de deus bixarada, esqueça da sua vivencia do primário onde cada turma tinha a “sua sala”, agora cada aula acontecerá em uma sala diferente (as vezes até em mais de uma sala diferente), então conheça bem o prédio para não ficar muito perdido.
Ok, só sobrou o prédio da ponta da praia e apenas um curso não foi citado. Quem consegue adivinhar? Exato na onta da praia ficaram os alunos do “instituto do mar” ou coisa do tipo. Me perdoem bixos do mar, mas vocês são novidade e ainda não me acostumei com o nome do curso de vocês. Para mim vocês são “bixos do mar”, peixes, cavalos marinhos, estrelas do mar... Enfim. Suas aulas acontecerão na unidade ponta da Praia. Que tem uma ótima vista pro mar e uma sacada que é o sonho de todo bom cabulador de aula! Aproveitem.
Espero com esse texto ter diminuído o desespero dos bixos descuidados que não perguntaram essas cosias na matricula. E lembrando que a semana de integração é na silva jardim para todos! Até para a galera do Mar! Para maiores informações dobre endereços e a semana de integração fucem no blog!
Por: Grilo

Vida em Rep

Já vou falando, morar em rep NÃO É FÁCIL, mas é gostoso! E melhor do que fazer bate e volta todo dia, porque nessa brincadeira de estudar em uma cidade e morar em outra você perde no MÍNIMO uma hora de estrada, sem contar o transporte da rodoviária até sua casa.
Você tem que aprender a conviver com pessoas de lugares, costumes, culturas diferentes e, algumas vezes, isso é complicado. Mudar de rep é normal, por que vocês, bixos, estão se acomodando em reps de veteranos acolhedores e não os conhecem, por isso as vezes rola uns conflitos, as ideias não batem e acabam se estressando.
Mas acabei mudando porque conheci meninas que tem coisas em comum comigo, amigas e resolvemos morar juntas! Claro, todas nós temos nossas manias, jeitos e defeitos em lugar algum nós estaremos 100% contentes, mas faz parte de vida.
Conselho: quando entrar em uma rep ou montar uma com suas amigas(os) acerte coisas como pagamento de contas, compra no supermercado, limpeza, disposição dos quartos, visitas íntimas, enfim, coisas que precisam de um consenso pra viver bem.

Agora algumas dicas práticas:
- Cuidado com a empolgação. Algumas casas impressionam, mas podem ter gastos de manutenção altos. Tente entrar em contato com os antigos moradores da casa para saber sobre possíveis problemas, como vazamentos e inundações;
- Consulte outras repúblicas para saber o preço médio do aluguel em Barão e negociar com a imobiliária;
- Fale com estudantes que moram próximo para saber como é a vizinhança; porque muitas pessoas têm pré-conceito em relação a estudantes morando fora de casa, qualquer barulho, cheiro, risada, conversa, tudo que estiver errado é culta dos estudantes desnaturados e vadios que não moram com os pais. Cuidado com esse tipo de vizinhança.
- Se achar a rua muito deserta, passe pela noite em frente a casa para verificar iluminação, movimento, segurança, etc;
- A mobilha pode ser adquirida através do UNIFESPIANOS no facebook, ondem vários veteranos que trocam os móveis ou estão saindo da facul vendem os objetos em um bom estado e preço acessível.
- Peça permissão sempre que quiser levar alguém para passar um tempo lá, por exemplo, passar o final de semana com os pais ou os amigos do colégio, porque com certeza eles terão que dormir na cama dos seus colegas e não é legal chegar em casa e perceber que dormiram na sua cama e ninguém pediu permissão.

Bom galera, é isso, espero ter ajudado, outras coisas vocês PRECISAM aprender sozinhos, viver na pele, porque se eu contar problemas que eu e outros colegas enfrentamos a vida em rep de vocês irá perder toda a emoção! HAHA
Por: Paulinha

2 de fev de 2012

Laboratório de Sensibilidades

Uma ótima oportunidade para os novatos de qualquer curso, interessados em expressar todo o seu potencial criativo e artístico é o laboratório de sensibilidades. Ele é coordenado pelos professores Alexandre Henz e Sidnei Casetto, ambos de psicologia, e contam também com a participação colaborativa e ativa do grupo de alunos participantes. Todos são bem vindos a conhecer, assistir e a integrá-lo.
 Participei dele no 2° semestre de 2011, minhas impressões foram marcadas pela possibilidade, de criar em conjunto, a partir das sugestões dos mais diversos repertórios culturais, intervenções no espaço universitário, provocadoras de reflexões e crítica a respeito das vivências no mundo, assim como a conseqüente expansão dos espaços de conhecimento. É uma oportunidade de exercer pela potência de criação do ser humano, as mais genuínas capacidades motivadoras da nossa existência. Arte!
Ocorrem reuniões semanais, onde o grupo decide os planos e as próximas atividades, assim com o realizado no dia, como inspiração não tem hora para acontecer, muitos momentos ocorrem espontaneamente. Portanto esse é o espaço para realizar seu lado artístico e criativo, sujar as mãos e se permitir experimentar sensibilidades.
Já foram realizadas exposições do trabalho de artistas através de imagens, semanas temáticas sobre intelectuais ou artistas e suas obras, grupo de estudo, documentários, exposição com desenhos de caderno, oficina de aprendizagem de temaki, noite temática com decoração especial e filme sobre o dia das bruxas, oficina do silêncio, aulas de música, aulas de dança, convites e apresentação de artistas e outras atividades. O laboratório também promove e integra a participação com outras extensões da universidade em ações na comunidade, como a já realizada caminhada pela saúde na zona noroeste, que promete novas edições.  O laboratório possui uma sala própria de reunião, que com a construção do campus novo, será transferida para lá, com direito a inauguração e com a possível permanência de uma das suas características tradicionais, a parede em quadro negro, feita para que qualquer pessoa deixe sua mensagem.
Todas esses são meios para a participação dos alunos. Cabe ver quais atividades se encaixam melhor pra cada e melhor ainda se forem muitas delas. Tragam suas idéias que serão sempre bem recebidas. Vale bastante a pena ficar de olho e participar das atividades, além de ser mais um lugar para fazer amizades com pessoas de diferentes termos e cursos.
O laboratório também sugere e compartilha pela internet e redes sociais, dicas sobre atividades culturais na região, leituras, filmes, imagens e muito mais! Para saber e conhecer melhor visite o blog e o facebook! Listados logo abaixo.
Por:Vinicius (Migué)

31 de jan de 2012

Bate-Volta [2]


OI! Eu faço bate e volta no ABC, tem mais um pessoal que faz tbm, eu
sou suspeito p/ falar, mas apesar de ser cansativo, acho extremamente
viável e p/ quem tem dif. financeiras é uma boa opção (e isso não é
mto difícil acontecer em Santos, pq é tudo muuuuito caro!!!). O
problema é q só uma empresa faz essa viagem e é a Cometa =/, e vc tem
q especificar que é p/ o ABC e não São Paulo qdo for fazer a
carteirinha de estudante (sim vc pode e deve fazer a carteirinha e
pagar meia! Diminui mto os gastos!), e tbm ficar atento pq o último
ônibus sai as 22h30 da rodoviária de Santos p/ ABC.
Do ABC não tem ônibus q vai direto p/ a Ponta da Praia, uma droga, mas
vc pode descer na rodoviária de Santos e pegar uma carona com aqueles
q vem de SP e vão p/ lá! Alguns motoristas de algumas empresas não
gostam de dar carona, mas os ônibus da Cometa são obrigados a dar
carona! Por isso qdo descer da rodoviária, guarde sua passagem e
mostre ao motorista ao pedir carona p/ a PP (Ponta da Praia).

Por:Carlos

29 de jan de 2012

Ensino, Pesquisa e Extensão

Bom bixos mais uma vez parabéns por entrarem na universidade! E aproveitando a deixa vou tentar mostrar para vocês que esse “entrar” não vai significar ficar dentro. Pelo menos não o tempo todo. A universidade é um espaço que contempla três atividades primordiais: o ensino, a pesquisa e a extensão. Só que a idéia de espaço fica muito presa ao espaço físico, prédios, salas...
E as atividades da universidade tendem a quebrar essa barreia e acontecer fora desses limites territoriais.
Isso boa parte dos bixos já sabiam e muitos esperam encontrar o que chama de “aulas de campo” ou coisa do gênero, mas não é só isso. Vou falar um pouco desses tripés da universidade e como eles vão se apresentar a vocês que estão chegando.
O primeiro é o ensino, este se apresenta logo de cara e tende ser o foco de toas as atenções. O que é muito justo já que todos nós viemos aqui em busca de conhecimento, pratica, aprendizado, profissão... Enfim, um diploma. Claro que no ensino teremos algumas experiências semelhantes com a que tivemos no ensino fundamental e médio, que são as aulas explanativas, giz e lousa. Também teremos aulas de laboratório, alguns debates, aulas inteiras de debates... mas até ai tudo muito preso ao espaço físico. Até certo dia em que vocês serão levados a rua, não para visitar como era no colégio, mas para interagir! Algumas atividades da graduação (ensino) vão se dar através do contato com a comunidade circundante ao espaço físico. Interagindo com as pessoas  e tirando desta interação o conhecimento para nossas profissões.
Parece bem poético, né? E de fato são experiências bacanas.
Aproveitando o gancho da palavra “experiências” , vamos falar da pesquisa. Esta é outra atividade básica da universidade e que muitos bixos também já esperavam encontrar ao ingressar na universidade. Sim vocês poderão participar de projetos de pesquisa com os docentes do campus! Já no primeiro ano? Se o docente consentir! Mas não podemos fazer uma pesquisa própria? Podem sugerir um tema, encontrar um docente interessado e mãos a obra! Essas atividades fazem parte da graduação, embora não tenham um espaço reservado na grade horária. Vai de cada um procurar um tema de pesquisa que seja do seu interesse e começar a pesquisa. Claro que com todo planejamento, embasamento e burocracia necessários. Pesquisa, assim como todas atividades da universidade, é coisa séria. E assim como foi dito sobre o ensino a pesquisa não se limita aos laboratórios da universidade, ela acontece na maior parte do tempo “em campo”, na rua, nos hospitais, nas comunidades afastadas. Muitas vezes é preciso um espírito aventureiro e curioso para ser pesquisador. E quanto as áreas disponíveis, existem docentes que trabalham com as mais variadas áreas de pesquisa. Então basta procurar e se informar.
A terceira atividade básica da universidade, e a que eu desconhecia quando vim pra cá, é a extensão! Aqui você encontra projetos que não tendam entender ou explicar fenômenos(como a pesquisa), são projetos que tem como objetivo interagir e melhorar a sociedade em que vivemos. Promovendo experiências ligadas a cultura, lazer, saúde, educação, bem estar... A extensão é um espaço para utilizarmos o conhecimento que aprendemos e nossas experiência pessoais no auxilio ao próximo. E tem de tudo! Contadores de histórias infantis,núcleos de arte, atividade física com idosos. Enfim, atividades para a melhoria da população. Eu vejo a extensão como uma forma de retornar a sociedade o investimento que esta fez na universidade. As atividades de extensão necessitam da mesma burocracia e preparo que as atividades de pesquisa e necessitam da mesma seriedade e comprometimento. Não vá pensando que só por que costumam ser atividades mais lúdicas (e ao meu ver até mais atrativas)que é “Oba oba”.
Tanto as atividades de pesquisa quanto as de extensão contam no calculo de horas dedicadas a atividades extra-curriculares. Para quem não sabe, cada curso tem um numero X de horas de atividades extra curriculares que devem ser cumpridas até o término da graduação. È como eu disse, as atividades de pesquisa e extensão fazem parte da graduação mas não tem espaço reservado. Então prepare-se par fazer milagre com as 24h horas do tida que, já aviso, serão poucas! Quem quiser se informar mais sobre isso tudo entre no site:
http://www.baixadasantista.unifesp.br/
Lá você encontra informações sobre a Graduação, pesquisa e extensão.



Por: Grilo

27 de jan de 2012

Cursos-Psico

Aos bixos da Psicologia, meus parabéns! Vocês acabam de começar uma viagem sem volta ao mundo dos loucos! Zueira, mas é o que seus amigos e familiares estão pensando.  Sim você vai ser chamado de louco, vão achar que você lê mentes e controla a mente das pessoas. Mas não tenha este tipo de expectativa, afinal aqui é simplesmente uma universidade e não a mansão do professor Xavier. Mas você não estará errado se pensar que cursando a unifesp você se tronará diferente dos demais psicólogos.
Para todos os cursos, tirando os do recém chegado instituto de ciências do mar, a unifesp trás uma visão um pouco diferente das outras universidades. Aqui o foco principal do campus é a área da saúde coletiva. Isso significa que eu não vou aprender nada da atuação tradicional de clinica?
Não necessariamente. Significa que você terá contato com uma abordagem mais ampla das praticas do psicólogo.
Extrapolando os limites da clinica individual e explorando o potencial do atendimento em grupos, intervenções em comunidades e inserção da psicologia nos aparelhos da saúde pública, como hospitais.
Tudo isso em cinco anos?! Exatamente. Tudo isso em cinco anos e devo dizer que muita coisa vai depender da sua vontade de se aprofundar no tema, pois o tempo é curto e insuficiente para abordar com profundidade tudo que Psicologia abrange.
Ta bem, mas e as áreas mais ligadas RH e desenvolvimento do trabalhador, como entram nessa história? Bom, ai vem a má noticia... Não entram! Ou quase não entram. Iremos abordar a atuação do psicólogo nas relações de trabalho e como o trabalho influencia e ajuda a formar o psicológico do indivíduo. Mas as praticas do profissional de psicologia no setor de RH, não serão foco. Então se você tem em mente apenas essa atuação profissional tem duas escolhas. Abandonar o barco ou aproveitar a visão ampla que a unifesp lhe oferece e ralar um pouco no tempo fora de aula. Pois você encontrará professores dispostos a te ajudar a se aprofundar em qualquer área do seu interesse.
E este é um dos maiores pontos positivos da unifesp, a diversidade de áreas de pesquisa e trabalho dos docentes. Você quer trabalhar com crianças? Há quem pesquise nessa área! Em presídios? Também há! Comunidades carentes? Escolas? Hospitais? Dependentes químicos?
As possibilidades são inúmeras e você tem esses cinco anos para explorar todas!
Incrível?! É... Talvez por que eu esteja pintando o quadro só com cores alegres. Todo esse universo de possibilidades não vai se apresentar assim tão cedo a você que está entrando. Na verdade nos dois primeiros anos de curso os eixos comuns estarão ocupando boa parte da sua grade horária. Você terá MUITAS aulas de biologia, que vão estudar do funcionamento das células ao funcionamento dos tecidos, terá também aulas do eixo Trabalho em Saúde, onde poderá entender como se organiza a saúde publica e como podemos intervir nela, e por fim o eixo Inserção Social, que nos ajuda a entender como o ser humano constrói a sua subjetividade e interage com o meio.
E nessa salada toda os módulos da Psicologia propriamente dita ficaram com pouco espaço. O que gera a ilusão de que não estamos aprendendo psicologia, mas meus veteranos me juraram que é mesmo ilusão e que a psicologia esta presente o tempo todo, embora nem sempre pareça. Bom é isso. Espero não ter confundido mais do que esclarecido.
Para os bixos mais desenformados nossa cor é o azul! Molecada de moicano azul e meninada com as unhas e pontas de cabelo com a cor. E bixos, aproveitem MUITO as aulas vagas do primeiro semestre, elas vão deixar saudades pro resto dos cinco anos de curso!
Por: Grilo

Chuvas

Ola Bixarada!

Federal a beira mar! É o sonho de todo bom universitário! Dá até pra imaginar as festas a beira mar, com sol e céu azul ou um belo luau, né? É... mas não conte com isso o ano todo. Santos é uma cidade com altos índices pluviométricos o ano todo. Ou seja, chove pra caralho!
É... Sabe quando você descia pro litoral nas férias, ai chovia e você ficava se achando a criatura mais azarada do universo? Então, não era só culpa do seu azar. Na verdade as chances de você se deparar com um dia chuvoso em Santos é relativamente maior do que os dias de sol. Principalmente nos primeiros meses do ano. Sol mesmo só pra julho ou agosto!
Essa informação teria salvo algumas férias furadas da sua vida? Da minha também. Só que não vamos chorar sobre o leite derramado. Vamos é nos preparar pra um aguaceiro dos bravos!
Por que alem de chover constantemente, aqui chove forte e venta MUITO!
Para quem vai morar em regiões afastadas da orla ou nas cidades vizinhas chuva forte implica que em transtornos como lentidão no transito e enchentes. Isso mesmo enchentes! Elas também são comuns no litoral. Na região de santos a divisa com São Vicente e acessos a zona noroeste são alguns pontos de alagamento comuns em chuvas fortes. Sem dizer que a lentidão das chuvas fortes atrapalha e muito quem vai depender do transporte rodoviário.
Ah Grilo, mas eu vou morar na orla e não vou precisar me preocupar com isso. Ah é? Bom realmente enchentes não são o seu maior problema e a lentidão também não há de te atrapalhar tanto se mora na orla. Mas caso você vá depender da sua sombrinha para tentar chegar seco na aula você terá problemas. Os ventos na região da orla são realmente fortes e não é raro as calçadas ficarem cheias de sombrinhas destroçadas. Suas opções são ter uma excelente destreza para não deixar o vento destroçar sua sombrinha ou utilizar de capas de chuva. O visual fica ridículo, mas você vai estar seco!
Por ultimo tem a galera da bike. Claro que ir de Bike é super recomendado em Santos, cidade plana e cheia de ciclovias! Mas em dias de chuva vale lembrar que se sua bicicleta não tiver um pára-lamas instalado você vai chegar na aula um tanto quanto sujo.
Bom é isso. Venham preparados para muito calor! Mas isso não quer dizer que esse calor virá acompanhado de muito sol. Santos é uma cidade quente, mas muito úmida. E caso chova por dias seguidos na sua primeira semana na baixada, saiba que não é culpa exclusiva do teu pé frio.

Por: Grilo

Assaltos

Hey bixos, beleza?
Bom, vou contar um pouco da minha experiência aqui.
Eu nunca fui de fato assaltada – Graças à Deus – mas no dia em que eu mudei pra Santos, 14 de março, um domingo, sai com a minha colega de rep e fomos ao extra da Ana Costa comprar comida, pois não tínhamos nem fogão e nem geladeira. Eu, a bonitona, sai de bolsa, enquanto a minha colega levou apenas uma carteira de mão. Na volta – 22 e pouco da noite – fomos abordadas por do moleques, de no máximo 15 anos, eles anunciaram o assalto e pediram o celular, não deu outra, saímos correndo. Sei que é errado, mas foi instinto, conseguimos fugir deles e logo chegamos na rep. Conversando com ela descobri que esses assaltos são normais em Santos, principalmente no começo do ano pois eles sabem que tem carne nova no pedaço, estudantes – assim como eu – desavisados, achando que só porque moram na praia podem sair a qualquer horário de casa e nada irá acontecer, fiquei sabendo também que moro em uma cidade onde o tráfico de crack é intenso e esses meninos roubam celulares e coisas fáceis de vender para sustentar o vício, até porque, reparamos que eles usavam tênis de marca – mas não era aquela marca da 25 de março – eram originais. Voltando da aula encontrei com eles mais duas vezes, mas de longe porque logo que reconheci. Dei um jeito de entrar no mercado e esperar eles saírem de perto. O medo reinou em mim por um bom tempo. Mas fora isso, Santos é uma cidade tranqüila, você pode andar 2, 3 horas da madrugada pelas ruas que nada te acontece – experiência própria – é tranqüilo.
Por um lado esse acontecimento foi bom, porque quando eu cheguei em Santos pensava: Nossa, to morando longe de casa, agora sou livre, posso sair e voltar sem ninguém ficar sabendo. Eu moro na praia! Isso é perfeito, não quero vida melhor! Vou me divertir muito e nada vai me acontecer!! – assim eu passei a tomar mais cuidado e prestar atenção com as coisas que acontecem à minha volta..

Bom, é isso..espero ter ajudado e não assustado! HAHA
Qualquer dúvida estamos ai! ;D
por: Paulinha

17 de jan de 2012

Cursos - Educa

Sim! O curso de Educação Física! Aquele da cor ROXA! Seja bem-vindo, bixo de Educa, e prepare-se porque aqui não é moleza não...

Pros desinformados de plantão, o curso de Educação Física da UNIFESP, assim como os outros, são voltados para a área da Saúde. Como assim? Calma. Isso significa que, quando formados, estaremos totalmente aptos e com o conhecimento necessário para atuar em hospitais e unidades básicas de saúde, ao contrário da maioria dos bacharéis formados em outras instituições.

Podemos dar aula em escolas? NÃO. E ponto. Somos bacharéis, e não licenciados, não temos a formação pedagógica necessária para tal. Quem quiser, pode sim cursar uma licenciatura após o término do curso, sem problemas.  

E em academias? Podemos atuar? Sim, claro. Em academias também promovemos a saúde.

Quais módulos teremos no decorrer do curso? Para isso, consulte as UC’s no site da UNIFESP. Mas, adiantando, teremos os módulos comuns, um módulo para anatomia e funcionamento músculo-esquelético (Módulo do Aparelho Locomotor, ou MAL), Dança, Ginástica, Fisiologia do Exercício (essa é pauleira), Esportes Coletivos, dentre vários outros.

Qual o diferencial de ser um Educador Físico formado pela UNIFESP? Pra começar, temos o diferencial da interdisciplinaridade e interprofissionalidade, ou seja, temos a oportunidade de relacionar os módulos que aprendemos e passamos nossa vida universitária interagindo com estudantes de outros cursos, o que amplia nosso conhecimento e nos torna um profissional mais completo, além de ser totalmente capaz de trabalhar numa equipe interprofissional sem qualquer problema. Também temos uma carga de conhecimentos biológicos que nenhuma outra universidade oferece, fazendo com que saibamos melhor tratar um paciente ou treinar um atleta de elite, por exemplo.

Outra coisa. Ao contrário dos outros cursos, nós quase NÃO temos horários disponíveis na grade. Logo no segundo termo, perdemos essa chamada “área comum”, utilizada para descanso, estudo, participação em extensões, enfim. Particularmente, dá inveja, mas é uma forma de organizarmos o nosso tempo na marra.

“Mas, dá pra se divertir e estudar ao mesmo tempo?” Dá sim, chega de desculpa! Todo mundo, ou a maioria, tem casa pra limpar, conta pra pagar e prova pra estudar. Festa pra ir também. Faça dos seus estudos um momento quase sagrado, PRESTE atenção nas aulas, pois assim estudos extras são somente revisão. Tire dúvidas, saia perguntando, resolva os roteiros, vá nas monitorias, pegue livros, enfim, se vire! E não adianta ser aprovado sem ter assimilado o conteúdo corretamente, pois mais pra frente, você precisará deles bem solidificados (principalmente na Educa... Mais pra frente explico essa parte). Resumindo, seja bem-vindo, bixo! Que suas vidas universitárias sejam ótimas e que vocês NÃO DIGAM NÃO QUANDO PEDIRMOS CERVEJA NAS FESTAS. Não é um pedido, e sim uma ORDEM.

Por: Duda

Dicas sobre módulos

Ao contrário do que muitos veteranos dizem pra aterrorizar vocês, caros bixos, nem tudo são flores, mas nem tudo é tortura também. Vocês serão aterrorizados com frases como: “Se prepara que vem o Eixo Biológico” ou “Durma bastante nas aulas de IS”. Não é pra tanto.

Logo no primeiro termo (aqui chamamos de termo, não de semestre, mas, dá no mesmo), vocês irão se deparar com três módulos (módulos não são disciplinas, são uma grande mistura de várias delas, exemplificarei depois) comum a todos os cursos (exceto SS para o Eixo Biológico): Módulo do Átomo à Célula (ou o famoso MAC; e NÃO é a marca de maquiagem, bonitonas), Trabalho em Saúde e Inserção Social. O MAC engloba disciplinas como Bioenergética, Citologia e Genética. Sim, tudo junto, tudo correlacionado. Cabe a você gostar ou não, isso é bem particular. É difícil, exige MUITA dedicação e uma quantidade considerável de decoreba. Mas não pense que não será utilizado no seu curso: questione e faça as correlações para a sua área! Tudo fará mais sentido e deixará seus estudos bem mais agradáveis. Também não vá acreditando que os trabalhos salvarão suas notas ruins, nem sempre isso se aplica!

O Trabalho em Saúde é o módulo que irá nos preparar para trabalhar na área da Saúde propriamente dita. É composto principalmente por leituras de texto e discussões sobre eles, além de trabalhos escritos que exigem sua opinião sobre o tema (por isso, é MUITO importante lê-los sem corpo mole). Também são feitas visitas em diversos locais de Santos, como bairros em situações precárias, hospitais e unidades básicas de saúde. Correlações também são necessárias para não deixar tudo sem sentido. Fazer TODOS os trabalhos é FUNDAMENTAL, muitos pegam exame ou até mesmo DP por não ter entregado uma ou duas atividades!

Já o módulo de Inserção Social trabalha a parte humana, já que não somos só biológico. Também trabalha com leituras e discussões, bem semelhante ao TS. E é preciso SIM fazer os trabalhos, todos, sem choramingar! Chegar no fim do semestre com tudo aprovado é sensacional.
Por: Duda

Ir de bike

Santos = cidade litorânea = cidade plana. Sem ladeiras ou colinas, como queiram. Com mais de 20km de ciclovias, possibilita o deslocamento de bicicleta para quase todos os cantos da cidade, principalmente para os três campus da UNIFESP. Apesar de saudável e barato (trocar uma câmara furada custa, no máximo, R$10), vale a pena tomar cuidados quanto ao trânsito e equipamentos de segurança, como o capacete. O uso da ciclovia também é imprescindível, pelo menos na fase de adaptação. Com o tempo, descobrem-se uns caminhos alternativos com menos movimento.

Mais informações sobre a malha de ciclovias da cidade, é só acessar: http://www.santos.sp.gov.br/ciclovia.php
Por: Duda

15 de jan de 2012

Unifesp, eixos e módulos?!

Unifesp-BS?!

Se você fez tudo direitinho na matricula, apresentou todos os documentos e comparecer na confirmação você pode se considerar oficialmente um estudante a UNIFESP! E como prova disso será premiado com um crachá, que deve chegar lá pra setembro então não fique preocupado com ele.

Se você for um bixo bem perdido provavelmente não conhecia a UNIFESP até ver ela na telinha do Sisu. Bom a Unifesp é meio que cria da Escola paulista de Medicina, que sofreu um processo de expansão. Sendo hoje maior que a escola paulista e a englobando. Os detalhes e implicações disso você vai aprender com o tempo, não se preocupe. Mas vale deixar claro que somos grandes, mas que esse crescimento se deu rápido demais, então existem ainda alguns problemas estruturais e precariedades. Fatores que atrapalham, mas não impedem o aprendizado.

Fica tranqüilo bixo, você vai receber algumas más noticias de vez em quando, mas não precisa ficar preocupado. Aqui na BS tudo tem o seu jeitinho brasileiro de fazer as coisas funcionarem.
Estamos em um campi em desenvolvimento (que em breve receberá mais cursos, voltados a tecnologias marítima) e a participação dos alunos é essencial e incentivada. O movimento estudantil conseguiu algumas melhorias, mas ainda falta muito pra chegar no ideal. Mas isso você descobre e se informa depois, temos preocupações mais urgentes. Vamos explicar um pouco de como o Campus Baixada Santista se organiza.

Eixos e Módulos

A nomenclatura das “matérias” e sua organização aqui na BS é diferente das outras universidades. Diferente por que o projeto pedagógico do campus tem a pretensão de ser interdisciplinar! Não conhece a palavra? Pois vá se acostumando, vai enjoar de ouvir isso! Basicamente aqui na Bs entende-se que um bom profissional de saúde tem que entender seu paciente como um todo dinâmico. E para passar essa visão completa do ser humano aos estudantes optaram por unir os diversos cursos em aulas compartilhadas, assim vários pontos de vista podem ser abordados tendo um mesmo tema. Complicado?

Só na teoria. Na pratica você vai dividir a sala com pessoas dos demais cursos, T.O., Nutri., Educa., Fisio., S.S e Psico. . Essas aulas compartilhadas fazem parte dos Eixos Comuns, que são três(Eixo Biológico, Eixo Trabalho em Saúde, Eixo Inserção Social).Esses três eixos juntos vão mostrar as diversas dimensões do ser humano para o profissional da saúde. E Um quarto Eixo estará presente na sua formação, que normalmente é o eixo mais esperado pelos bixos, o eixo Especifico!

Que é um eixo onde você terá as matérias ligadas diretamente a profissão escolhida. Ou seja, nessas aulas você dividirá a sala com pessoas do mesmo curso que você. Alias bixarada esquece esse papo de “disciplina” e “matéria”, aqui na BS chamamos as aulas de módulos! Então vocês ao longo da graduação cursarão diversos módulos dos 4 eixos que compõem a graduação. Fácil, né? Sei que não, mas na pratica você vai entender rapidinho.

Por: Grilo

Bate-Volta


Olá Bixo!


Seguinte, se você tem uma mãe superprotetora como eu, ou gosta demais da comida dela pra ir morar numa casa cheia de gente estranha e potencialmente sequelada, sua segunda opção é fazer o Bate-Volta.
“Mas Perdido, bate-e-volta é foda! você fica cansado e não dá pra curtir a faculdade” 

MI-MI-MI, COITADO É RATO QUE NASCE PELADO, Bate e volta não é prático mesmo, mas serve como solução temporária até você convencer sua família que ela é louca, ou convencer a si mesmo que é uma má idéia morar na casa da mamãe estudando em outra cidade. Vai da falta de bom-senso de cada um aí...

bom, sobre o bate e volta em si: 
Vou focar na galera que mora em São Paulo capital, mas dar uns toques para os que moram em cidades próximas o bastante para que seja viável o Bate-volta. 

Paulistas: há várias empresas de ônibus que saem da estação Jabaquara do metrô e descem direto para Santos, cruzam toda a cidade e vão até a Ponta da praia (consulte o mapa e você verá que a PP é o cuzinho de santos). Estes ônibus saem de meia em meia hora, e são em horários intercalados entre as empresas, elas são Expresso Luxo, Cometa e Rápido Brasil. A Rota dos ônibus passa pelo terminal, cruza a Ana Costa (bem na altura da AC 95) e desce pela Conselheiro Nébias até a Orla, de lá vai pela avenida da praia até chegar no na PP (depois do canal 7). Você pode pedir para descer em qualquer momento da viagem, ou descer no terminal rodoviário de Santos e de lá pegar outro ônibus até seu destino caso ele esteja fora da rota. 



O preço em todas as empresas é o mesmo, e perante apresentação da carteirinha de estudante você paga meia, que cai em algo em torno de 10 reais (a meia, a inteira é 19 e uns quebrados). cada empresta tem a sua carteirinha, e pedem alguns documentos para que você possa fazê-la, foto 3x4, comprovante da faculdade e um comprovante de residência (de São Paulo, é claro).

Para pedir o comprovante da faculdade, você deve se dirigir até a Secretaria, preencher o papel que vai estar ali numa caixinha e em menos de duas semanas seu comprovante estará disponível para retirada. a carteirinha leva algo em torno de uma semana para ser feita, uma vez entregues os documentos num guichê da empresa que você escolheu, e você pode fazer de todas as empresas a carteirinha se quiser. 

"Mas Perdido, vou ter que levantar muito cedo!" 

É isso aí juventude, a vida não tá fácil pra ninguém, eu levanto as 6 todo dia pra ter aula as 9, mas pense pelo lado positivo, você vai poder acordar todos os seus coleguinhas de Santos por SMS assim que levantar, para tornar sua manhã mais divertida e cheia de insultos! A viagem para Santos leva algo em torno de uma hora e 10 minutos, se for até a Ponta da Praia, uma hora e meia até o ponto final. É muito viável compensar o sono na viagem de ida e volta, se você consegue dormir no ônibus. Também é um bom momento pra rever aquela matéria de MAC pra prova que você esqueceu de estudar. 

Sobre roupas: êÊê Santos, praia, festa, aquela zona! Meninas querendo ir de shortinhos e os poucos e bravos homens querendo ir de bermuda. Se você faz bate e volta mantenha na sua mala um blusão porque o ar condicionado dos ônibus é extremamente gelado, ou mantenha algumas roupas na casa de algum colega que já mora em Santos, eu guardo por exemplo um blusão e uma troca completa de roupa para ir na praia (naquele dia de calor pra matar aula) na casa de umas amigas. O inverso também é válido, se vc vai vestido de paulista (calça jeans, tênis e blusão) é bem possível que você chegue lá e derreta, então pense sempre no clima das duas cidades antes de sair de casa. 

Vale lembrar que também existe a opção de juntar um grupo pra fretar um ônibus, o que vai te tirar a liberdade para voltar quando quiser para casa (caso queira ficar em Santos até mais tarde para "estudar") mas pode sair mais em conta e mais confortável. 

Se alguém tiver mais perguntas, procure pelo Perdido (atualmente um dos únicos infelizes fazendo bate-volta) que eu te esclareço tudo o que precisar. 
Boa sorte e parabéns Bixo, UNIFESP é pra poucos, e, sério. Vale à pena.
Por: Perdido